sexta-feira, 24 janeiro, 2020

Fora da prisão, Edinho filho de Pelá desabafa: ‘Cumpri pena por algo que não fiz’

Filho de Pelé foi condenado a 33 anos de prisão por acusações de lavagem de dinheiro e tráfico de drogas. Em 2019, ele passou para o regime aberto

O ex-goleiro Edinho, filho de Pelé, quer um renascimento. O atleta, que atuou no Santos por oito temporadas, conseguiu, no último mês de setembro, a progressão ao regime aberto após cumprir pena por lavagem de dinheiro e tráfico de drogas. E na edição deste sábado do Esporte Fantástico, ele falou pela primeira vez desde que saiu da prisão.

Em entrevista à reporter Janice de Castro, Edinho desabafou, admitindo os erros que cometeu, mas ressaltando que se sente injustiçado pelas acusações que recebeu, tendo uma pena inicial de reclusão para o período de 33 anos.

Edinho deseja reconstruir a vida após período preso
Edinho deseja reconstruir a vida após período preso Janice de Castro/Record TV

“Eu ainda me defendo. Sou inocente e luto por esse reconhecimento. Fui injustiçado, cumpri pena por uma coisa que eu não fiz. Ninguém vai me devolver o tempo que me foi tirado, mas o reconhecimento já seria importante para mim, questão de honra. Mas eu também sei o quanto sou responsável por tudo o que aconteceu comigo. Admito e assumo toda a minha responsabilidade em termos da minha conduta, das minhas amizades. Mas crime eu não cometi, eu sou um injustiçado”, comentou o ex-goleiro.

O clube em que ele e seu pai tem história, aliás, mais uma vez lhe abriu as portas, lhe convidando para um cargo de coordenador técnico e de desenvolvimento, posição em que ele exerce desde o mês de novembro.

“Voltei a trabalhar no Santos, fazer o que eu amo, sonhar de novo com a minha vida, com o meu futuro”, comemorou.

Quando ainda cumpria pena no presídio de Tremembé, no interior de São Paulo, Edinho dava aulas uma vez por semana para crianças de um bairro carente em Taubaté. Após conquistar a liberdade, ele se emocionou no reencontro com a criançada. Durante a reportagem, teve até um recado do ‘rei’ Pelé para os idealizadores do projeto social.

O clube em que ele e seu pai tem história, aliás, mais uma vez lhe abriu as portas, lhe convidando para um cargo de coordenador técnico e de desenvolvimento, posição em que ele exerce desde o mês de novembro.

“Voltei a trabalhar no Santos, fazer o que eu amo, sonhar de novo com a minha vida, com o meu futuro”, comemorou.

Quando ainda cumpria pena no presídio de Tremembé, no interior de São Paulo, Edinho dava aulas uma vez por semana para crianças de um bairro carente em Taubaté. Após conquistar a liberdade, ele se emocionou no reencontro com a criançada. Durante a reportagem, teve até um recado do ‘rei’ Pelé para os idealizadores do projeto social.

Comente este Post

Millenium
COSTA MARQUES

Notícias Recentes

Login to your account below

Fill the forms bellow to register

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.